Boneca de sal (Anthony de Mello)

A boneca de sal vagueou pela terra até chegar ao mar, onde ficou absorta a contemplar aquela massa imensa de água inquieta que ela nunca vira.
– Quem é você? – pergunta, então, ao mar.
– Pois entre e veja -, diz o mar sorrindo.
Dito e feito, ela entrou dentro do mar e quanto mais entrava, mas se dissolvia até que só restasse um pouco do seu corpo.
Antes de derreter-se totalmente, exclamou a Boneca admirada:
– Agora, sei quem eu sou!

voltar


%d blogueiros gostam disto: