O rato, a doninha e o gato

Certa manhã, um ratinho não podia deixar sua toca, porque uma doninha faminta esperava do lado de fora. Ele sabia que estava correndo um perigo enorme, e tremia de medo. Mas, de repente, um gato surgiu do nada e pulou sobre a doninha, segurando-a com os dentes. Em instantes, ela estava morta, sendo devorada em seguida pelo felino.
– Céus, muito obrigado! – disse o rato, que viu toda a cena pela abertura da toca. – Em gratidão, vou sair e oferecer um pouco da minha comida para você.
E assim foi feito.
Mas, aliviado por ter escapado de um perigo, o tolo se esqueceu do outro. O gato, por ser gato, acabou devorando-o também.

voltar


%d blogueiros gostam disto: