Os tordos e a coruja

– Estamos livres! Estamos livres! – gritaram os tordos certo dia, vendo que um homem apanhara a coruja. – Agora a coruja não vai mais nos assustar. Agora dormiremos em paz.
De fato, a coruja caíra numa armadilha e o homem a colocara dentro de uma gaiola.
– Vamos ver a coruja na prisão! – disseram os tordos, voando e cantando em volta da gaiola de sua inimiga.
Porém o homem capturara a coruja com outra finalidade: a de apanhar os tordos. A coruja aliou-se imediatamente a seu captor, que prendeu-a pelo pé e colocava-a diariamente em cima de uma estaca, bem à vista. A fim de prderem ver a coruja, os tordos voaram para as árvores próximas, nas quais o homem escondera gravetos cobertos de visgo. E assim como a coruja, os tordos também perderam a liberdade.

Mensagem: Essa lição serve para todos os que se alegram quando um opressor perde a liberdade. Pois o conquistado logo se torna aliado ou intrumento do conquistador, enquanto que todos aqueles que nele confiam sucumbem a outro senhor, perdem a liberdade, e frequentemente também suas vidas.

voltar


%d blogueiros gostam disto: