A cobra e o vagalume

Era uma vez uma cobra que perseguia um vaga-lume que nada mais fazia do que simplesmente brilhar. Ele fugia rápido com medo da feroz predadora e a cobra nem pensava em desistir. Fugiu um dia, dois dias, mais outro e nada. No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:
– Posso fazer três perguntas? – disse o vaga-lume.
– Pode. Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar, pode perguntar.
– Pertenço a sua cadeia alimentar?
– Não.
– Te fiz alguma coisa?
– Não.
– Então por que você quer me comer?
– Porque não suporto ver você brilhar…

voltar


%d blogueiros gostam disto: