Bem aventuranças dos anciãos

Bem-aventurados aqueles que compreendem meus passos vacilantes e minhas mãos trêmulas;

Bem-aventurados os que percebem que meus olhos já estão nublados e minhas reações são lentas;

Bem-aventurados os que desviam o olhar, simulando não ver o café que por vezes entorno sobre a mesa;

Bem-aventurados os que, com afável sorriso, contentam-me, concedendo-me alguns momentos para me falar de coisas sem importância;

Bem-aventurados os que nunca me dizem: “Já me contou isso tantas vezes”;

Bem-aventurados os que me fazem sentir que sou amado e não estou abandonado;

Bem-aventurados os que compreendem quanto me custou encontrar forças para carregar minha cruz;

Bem-aventurados os que me facilitam a passagem final para a Pátria definitiva com amabilidade e boas maneiras.
voltar

Tags: , , ,


%d blogueiros gostam disto: